Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Comentários desativados

Férias em condomínio: confira o que precisa estar em dia

| Notícias | 2 de julho de 2012

A partir desta semana, as crianças começam a lotar piscinas e playgrouns dos condomínios, em busca de diversão nas tão queridas férias escolares. Mas as áreas de lazer estão preparadas para recebê-las sem riscos? Será que é prudente fazer alguma contratação temporária de monitor de recreação ou salva-vidas? Confira cinco dicas rápidas para que o condomínio seja um palco seguro para as brincadeiras da criançada.

1 – Verifique com “pente fino” as áreas comuns. Não é só a piscina e o playground que devem estar impecáveis. Corredores e jardins devem estar bem cuidados, limpos e livres de escadas, pedras e outros objetos que possam ser utilizados de maneira perigosa por crianças. A manutenção destes espaços é de responsabilidade do condomínio, assim como o ônus se ocorrer algum acidente.

2 – Reforce os limites de espaço de obras em andamento. Crianças são menos atentas a sinalização e principalmente as menores tendem a achar que mesmo um monte de pedrisco é lugar de brincar. Então, cheque se a sinalização é suficiente e se for o caso, utilize cordões de isolamento, cones e placas para deixar bem claro que o canteiro de obras não é espaço para brincadeiras.

3 – Considere contratar um monitor para as recreações. Tanto a instalação de novos equipamentos de lazer como a contratação temporária de recreadores devem ser aprovada por assembleia para que os custos sejam rateados entre os moradores.

4 – Pais, atenção com seus filhos. Os profissionais do condomínio não são responsáveis pelas brincadeiras das crianças, como ressaltou a diretora do Secovi-PE (Sindicato da Habitação de Pernambuco), Deyse Machado, em entrevista ao Bom Dia Pernambuco. “As crianças precisam ter acompanhamento. Nem porteiro nem zelador têm a obrigação de ficar olhando os meninos”.

5 – Fique atento aos horários. Crianças correndo pelo apartamento ou pelo condomínio depois das 22 horas, além de não ser seguro para elas, pode trazer incômodo para os vizinhos. Evite a situação e respeite para ser respeitado pelos demais condôminos.

Com estas medidas, as férias de julho serão sinônimo de diversão sem dor de cabeça para pais, filhos, vizinhos e funcionários do condomínio.

Da Redação do LicitaMais.

Share

Não há Tags

  

Links Patrocinados

Publicidade

  • Casa na copa
  • Ad 2
  • anuncie
  • Ad 1

Quem Curtiu !